Veja quais são os indicadores financeiros que você precisa analisar

Os indicadores financeiros são verdadeiras ferramentas que auxiliam na gestão de um empreendimento, fornecendo dados e tendências sobre diversos aspectos relacionados às suas operações e aos resultados (liquidez, rentabilidade, lucratividade, endividamento, dentre vários outros). Aprender a calcular e interpretar tais índices será de grande valia na administração de sua empresa.

Então, não fique parado! Continue com a leitura deste post e comece já a desenvolver as habilidades necessárias ao gerenciamento financeiro e econômico do patrimônio de sua firma. Sigamos em frente!

Como utilizar os indicadores financeiros

Calcular índices é uma coisa bem fácil. Basta ter em mãos os demonstrativos necessários (Balanço Patrimonial, Demonstrativo de Resultados do Exercício, Demonstrativo de Fluxo de Caixa etc.) e efetuar algumas operações sobre grupos de contas (sobretudo a divisão). Porém, interessa entender seus significados e captar o que eles têm a informar. Essas informações servirão de base para a gestão de seus negócios.

Saiba que os índices são reunidos em grupos. Por exemplo, existe o grupo Índices de Liquidez, no qual encontraremos a liquidez corrente, seca, imediata e geral, cada qual com seu significado. Então, nenhum índice pode ser visto isoladamente, mas deve ser comparado dentro de seu grupo e em relação a índices de outros grupos.

Os indicadores serão mais proveitosos quando confrontados com aqueles apurados por empresas de mesmo ramo de atividade, o que será útil para verificar a posição de sua firma em relação a seus concorrentes. Acompanhe abaixo 4 importantes índices financeiros.

Índice de Liquidez corrente

Os índices de liquidez dizem respeito à capacidade de a empresa de pagar seus compromissos junto aos seus credores. No caso da liquidez corrente, verifica-se quanto a empresa dispõe de ativos — disponíveis ou que serão convertidos em dinheiro num curto prazo (12 meses) — para liquidar suas dívidas exigíveis em igual período.

Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante

Grupo: Índices de Liquidez

Margem de Lucro Líquido

Também conhecido como Margem de Lucro sobre as Vendas, esse índice permite verificar quanto do faturamento da empresa se transformou em lucro líquido (um empreendimento pode ter um altíssimo faturamento anual e, ao mesmo tempo, apenas uma pequena margem de lucro sobre suas vendas).

Margem de Lucro Líquido = Lucro Líquido / Receita de Vendas

Grupo: Índices de Lucratividade e Rentabilidade

Índice de Endividamento

Relaciona, de um lado, as obrigações da empresa (Passivo Exigível) e, de outro, seus bens e direitos (Ativo), evidenciando quanto do patrimônio está comprometido com recursos alheios exigíveis (ou seja, que terão que ser liquidados ou pagos). Quanto maior o quociente, maior o grau de endividamento da firma.

Índice de Endividamento = Total de Passivos (exigíveis) / Total de Ativos

Grupo: Índices de Gestão de Dívida

Índice de Giro de Estoque

Esse indicador mostra a intensidade na renovação de determinado item do estoque de produtos ou mercadorias para venda. Por exemplo: um índice igual a 4 informa que o item foi vendido e reposto no estoque quatro vezes durante o período considerado.

Índice de Giro de Estoque = Receita / Estoques

Grupo: Índices de Gestão de Ativos

Em sua análise, deve-se considerar o ramo de negócio e o tipo de produto comercializado. Para uma pequena revendedora de veículos, um índice igual a 5 no giro trimestral de estoque pode ser algo que mereça uma bela comemoração, pois estamos falando que cinco automóveis de determinada marca/ano foram vendidos e repostos num período de três meses.

Porém, num comércio varejista (digamos, um supermercado), um resultado dessa natureza poderá ser uma advertência de que algo não está funcionando bem. Imagine que apenas cinco caixas de uma famosa marca de sabão em pó foram vendidas e renovadas num espaço de três meses. Isso pode ser ruim, ou mesmo não dizer nada sem outros dados, mas, certamente, chamará bastante a atenção dos responsáveis pelo setor de vendas, não é mesmo?

Perceba: o assunto parece complicado, mas bastou entender as ideias básicas ao seu redor para que ele se torne muito simples. E agora que você já tem uma noção mínima sobre os indicadores financeiros, não pare por aqui, pois isso é só o começo. Deixe seu comentário abaixo e participe das discussões sobre o tema. Até o próximo artigo!

1 Comentários

  1. Wallace Passossays:

    Excelente iniciativa – Parabéns Wallace Passos Contador

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"